Web Analytics é uma disciplina necessária quando se trabalha em marketing online. É o que comprova se as suas iniciativas, campanhas ou projetos estão atingindo seus objetivos ou não. Com a ampla adoção e facilidade de utilização do Google Analytics, é fácil acreditar que com uma implementação simples, já estaremos no caminho certo. Isto é comumente encontrado em empresas que não têm um plano de análise e se utilizam dos dados exatamente como o GA os publica, sem questionar se a instalação esta correta, nem tentar entender o que está por trás dos dados coletados.  Assim, se certos princípios não forem respeitados, as métricas da Web podem estar facilmente distorcidas e nos conduzir a decisões erradas.

O responsável pela análise e disseminação das métricas web, deveria aderir aos seguintes princípios e diretrizes de Web Analytics para não incorrer em erros:

  1. Entrevistar os tomadores de decisão das empresas para entender seus objetivos e transformá-los nas métricas necessárias para que possamos atender  suas expectativas e exigências antes de lançar um novo site ou a partir de uma iniciativa Web Analytics;
  2. Revisar o seu websites a fundo para garantir que todas as páginas estão com o código do seu Web Analytics de forma adequada, fazendo com que os dados sejam coletados de maneira tão precisa quanto possível, criando assim um processo de auditoria contínua;
  3. Manter constante envolvimento em toda a evolução de um website como quando páginas novas são adicionadas ou atualizadas para ter certeza que elas sejam codificadas apropriadamente;
  4. Verificar sempre o porquê de qualquer pico repentino ou redução no tráfego ou atividades chaves;
  5. Investigar a causa de todo o tráfego ou atividade que gerem picos e reduções;
  6. Visitar o site que estou analisando para fornecer um contexto;
  7. Manter-se atualizado com todas as campanhas (off-line, promoções, marketing e publicidade) que possam afetar o tráfego site
  8. Não distribuir os relatórios de métricas web até que todos os problemas de inconsistência de dados sejam identificados;
  9. Fazer o melhor apenas para fornecer recomendações, baseadas nas métricas web, que gerem ações de melhoria;
  10. Não enviar dashboards para tomadores de decisão sem ser acompanhado de uma análise aprofundada;
  11. Não presumir que as demais pessoas possam analisar ou ver os dados da mesma maneira que eu;
  12. Segmentar os dados da melhor forma que puder para fornecer um contexto sobre as atividades no site;
  13. As métricas web devem ser distribuídas não somente para os executivos, mas para os criadores de conteúdo, designers e desenvolvedores web para ver o impacto do seu trabalho;
  14. Criar eventos internos sobre métricas web e fornecer materiais sobre a área para criar uma cultura dentro da empresa;
  15. Combinar os dados de Web Analytics com dados de outras fontes, como o CRM, pesquisas, call-center, mídias sociais, concorrência, mercado, TI, atendimento, entre outros, para ter uma visão mais clara dos acontecimentos;
  16. Lembrar sempre que a análise de sites é apenas parte da equação e para entender todo o quadro é necessário obter mais dados quantitativos e qualitativos;
  17. Teste, teste, e teste tudo novamente, seja A/B ou MVT;
  18. Mantenha-se sempre atualizado e melhore continuamente aprendendo com outros profissionais.

Algumas referências para se manter atualizado:

Este post foi originalmente escrito por Marc Bitanga Рhttp://www.exclamationmarc.com/web-analytics/the-web-analytics-manifesto/ Рe modificado, com autoriza̤̣o do autor, com mais informa̵̤es pela WA Consulting.

Você gostaria de contribuir com mais algumas idéias? Deixe seus comentários.

Até o próximo post!  😉

Tagged with:
 

Os participantes do grupo de discussão webanalytics_brasil do Yahoo Grupo, que conta hoje com 900 profissionais, esta lançando pelo segundo ano consecutivo o eBook – Web Analytics uma visão brasileira II.

O livro é uma maneira do grupo disseminar o conhecimento na área de métricas digitais, fortalecendo e ampliando este mercado que esta em plena expansão em todo o mundo.

O projeto, que começou no ano passado com o lançamento do primeiro volume, foi idealizado e organizado por Ruy Carneiro, sócio-diretor da WA Consulting, contou com o apoio de profissionais como Rodrigo Vale, responsável pelo Google Analytics no Brasil, Miguel Dorneles da Fox, Priscila Gonçalves da Mail Sender, André Folli, Leonardo Naressi, Vinicius Tsugi da Direct Performance, Gustavo Loureiro do site Marketeando, Celso Hora , Marcus Giuntini e Daniella Morier da Avantare, Juliana Varnum da Aunica, Douglas Tokuno, André Fatala e Clecia Simões da Predicta, Gerson Ribeiro do iG, Fabio Figueiredo e Ruy Carneiro.

Depois da participação de Jim Stern no primeiro volume, este ano a participação especial na introdução do livro ficou a cargo de Eric Peterson, um dos papas da área de métricas.

O eBook é gratuito e pode ser feito o download pelos sites das empresas participantes, no site do grupo de discussão de web analytics no Yahoo!, no site do IAB e nos blogs dos parceiros e amigos que auxiliam a divulgar esta área que cresce cada vez mais no país.

O projeto gráfico do livro ficou a cargo da Magica – Inovação Criativa, e teve apoio do IAB Brasil, Arizona e Leonardo Naressi.

Capítulos do eBook:

  • Apresentação – Eric Peterson
  • Qual é a maturidade de sua empresa na área de métricas? – Ruy Carneiro
  • Inteligência Competitiva na Internet – Fabio Figueiredo
  • Web Analytics – Analisando os números e gerando resultados – Gerson Ribeiro
  • A evolução das métricas de e-commerce: de meras verificadoras de resultados a impulsionadora de vendas – Douglas Tokuno, André Fatala e Clecia Simões
  • Cases de Web Analytics – Eficiência e Eficácia – Juliana Varnum Carvalho
  • Como lidar com múltiplos objetivos e cenários em ações integradas de marketing – Marcos Giuntini e Daniella Morier
  • A importância do serviço de web analytics em projetos de otimização de sites – SEO – Celso Campos Hora
  • KPI´s para ações em SEM – Gustavo Loureiro
  • Teoria e prática das métricas de engajamento – André Folli, Leonardo Naressi e Vinicius Tsugi
  • Vídeo On-line: Além do Alcance e Freqüência – Miguel Dorneles
  • E-mail marketing: o marketing do e-mail – Priscila Gonçalves
  • Índices para Mensuração de Campanhas de Branding – Rodrigo de Freitas Vale

Faça o download do ebook aqui.

Até o próximo post!

Vicent Kermorgant, Web Analista Sênior, criou uma metodologia enquanto trabalhava na implementação de um web analytics na  Nokia. Esta metodologia acabou virando um white paper, que com a autorização do Vincent, esta sendo publicada na área de downloads / documentos do Mundo WA.

Este documento discorre sobre as métricas que se esperava medir nas áreas de Reach (Alcance), Engajamento (Engage), Conversão (Convert), Retenção (Retain) e Experiência do Usuário (User Experience). Tambem fala sobre a metodologia que ele criou e aplicou para a parte de planejamento que vai desde a identificação dos responsáveis em cada departamento até a criação dos KPI´s e, consequentemente, dos dashboards necessários. Algumas dicas das reuniões com os responsáveis são muito interessante para quem deseja levantar as necessidades de métricas e mensuração.

No documento, ele não deixou de publicar o trabalho de implementação e criou um check list interessante para que os profissionais que desejam ingressar na área tenham uma visão do trabalho que da planejar a implementação de um web analytics e as métricas necessárias para a empresa.

Vale a pena conferir. Se voce concorda ou não com o trabalho do Vincent, deixe seu comentário.

Até o próximo post.

Tagged with: