No dia 23, o IAB lançou mais uma versão atualizada do seu guia de métricas. Voltado para profissionais de marketing, agências e para as empresas de mídia web, este guia pretende dar mais clareza e consistência as métricas usadas no mundo on-line.

Para isso o guia procura dar luz aos termos usados no nosso dia a dia, definindo as métricas chaves da indústria, tais como usuários únicos, cookies, navegador único (unique browser), visitas e o tempo gasto, também procura estabelecer um padrão que todas as empresas de medição tenham suas metodologias auditadas, proporcionando maior segurança para a indústria, além de promover uma maior precisão e confiabilidade de todas as formas de medição online, seja com base em servidor de dados, painéis on-line ou com registro de usuários.

O download do guia pode ser feito no endereço: http://www.iab.net/media/file/audience_reach_022009.pdf

Até o próximo post.

Tagged with:
 

Foi lançado hoje pelo comitê de padronização da WAA (Web Analytics Association – Standards Committee) um novo documento sobre as métricas web que usamos no nosso dia a dia. O trabalho deste ano foi baseado no documento lançado no ano passado e nas respostas, sobre este documento, dos associados da WAA. Algumas definições de métricas foram revistas e outras acrescidas a este “Dicionário de Métricas”.

Este documento não é final, isso só acontecerá em 31 de Dezembro, por isso esta aberto para que os profissionais da área de web analytics e métricas web possam dar suas sugestões, através do email standarts@webanalyticsassociation.org, para o documento final.

Este trabalho procura criar um consenso entre as métricas que utilizamos no nosso dia a dia, além de ser uma referência para os que estão interessados em iniciar seu aprendizado na área de métricas de web analytics entendo fundamentos e conceitos. Outro ponto importante a lembrar, é que este trabalho serve de base para vermos as diferenças existentes entre como cada fornecedor de web analytics faz os cálculos das diversas métricas apresentadas.

Como não poderia deixar de ser, o documento foi, tambem, revisado pelo IAB (Interactive Advertising Bureau) que contribuiu para que ficasse o mais abrangente possível. Apesar disso, as métricas de Mídia Social ainda não foram contempladas, existe um comitê que trabalha nisso e deve ser incluido na revisão do próximo ano.

O documento esta disponível em PDF para download no endereço – http://www.webanalyticsassociation.org/attachments/committees/5/WAA_Web_Analytics_Definitions_20080922_For_Public_Comment.pdf

Até o próximo post!

 

?

Tagged with:
 

Além do lançamento do nosso serviço de auditoria, houve durante o evento uma apresentação muito interessante do Paulo Castro – Dir. Geral do Terra e Pres. do IAB-Brasil – sobre o mercado brasileiro.

Ele comentou de alguns pontos que são motivadores para que o IVC inicie as atividades de auditoria o quanto antes.

Vendas de PC´s

O ano de 2007 pode ser lembrado futuramente como o ano em que os PC´s venderam mais que as TV´s no Brasil, foram 10,7 milhões de PC´s contra 10.1 milhões de TV´s, isto ocorreu no EUA há 5 anos. Isto se deve a um dólar mais barato, diminuição de impostos por parte do governo e uma farta oferta de crédito.

Lembrando que a aquisição de um PC e o acesso a internet é visto como uma maneira de promoção social, sendo uma maneira de distribuir cultura a todas as classes sociais, auxiliando na educação, emprego e informação.

Aumento de pessoas conectadas à web

Os números do IBOPE NetRatings, para pessoas com 16 anos ou mais, apontam um numero de 44 milhões de usuário, o Datafolha, para pessoas com 2 anos ou mais, apontam para um numero de 50 milhões.

Com isso o acesso residencial ativo, fonte IBOPE NetRatings, tem crescido ano a ano como mostra o gráfico do numero de pessoas que acessaram a web nas residências (Usuários Ativos), sendo que o valor para este ano é a previsão do IAB-Brasil, abaixo:

O acesso via outros locais como no trabalho, na escola, universidades e em Lan Houses, de acordo com o CGI (Comitê Gestor de Internet) já responde por 50% dos acessos.

O Brasil ainda é campeão em tempo de acesso com 23hs e 12 min, consumindo mais que o USA em 4hs, 9hs mais que os italianos e 3 horas mais que os franceses. E hoje é a 6ª maior população em acesso no mundo. A utilização da web esta sendo feita principalmente para relacionamento entre as pessoas, somos hoje os que mais acessam o Orkut e possuímos perto de o dobro de contatos por pessoa no MSN.

Banda Larga

O crescimento do acesso a banda larga tem sido um motor forte para que os brasileiros fiquem não somente mais tempo conectados a rede como também crescendo o acesso a vídeos e música. A penetração da banda larga no país no ano de 2007, de acordo com o IBOPE NetRatings, é da ordem de 78,8% entre as pessoas que acessam a web, e a previsão do IAB-Brasil é que cheguemos a 82% ainda este ano.

Crescimento da Classe “C”

A classe “C” é a que mais cresce em participação na Web brasileira, hoje 50% das pessoas são das classes “A” e “B”, 37% da classe “C” e 17% das classes “D” e “E”. A expectativa para este ano é que a classe “C” de um salto para 40% e a as classes “A” e “B” caiam para 47%.

Faturamento do mercado publicitário

O faturamento publicitário web tem crescido mais os demais meios, mas ainda, apesar das notícias positivas de crescimento de usuários, responde somente por 3,5% do bolo. O crescimento registrado pelo projeto Intermeios é que a web cresceu 45% em relação ao mesmo período do ano passado, o rádio vem em segundo com 27%, seguido por TV Paga (26%), Jornal (20%), Cinema(19%), Revista (18%) e TV (15%), o meio “Guias e Listas” foi o único que teve um decrescimo na ordem de 14%. Na Inglaterra o meio Web responde por 15,3%.

Conclusões

1. A Internet ̩ relevante Рpop de 41 milh̵es

2. A Internet já é popular – 50% dos acessos vem das classes “C”, “D” e “E”

3. Internet é o 2o maior meio de massa do Brasil

4. Os investimentos online cresceram 45% no primeiro semestre de 2008

5. Somente 3,4% do bolo publicitário é investido na internet

Neste panorama, o IVC e a auditoria do meio digital é muito bem vinda.

No proximo post falaremos da apresentação da ABCe.

Até lá

Tagged with: